domingo, 15 de abril de 2012

PARE, OLHE, E PENSE





                                    Por aqui passam trens. Passam?

                                    Que trens? Trem-saudade? Trem-engabelação?
                                    Que fim levaram os trens
                                    (que hoje já não passam mais)
                                    carregados, ufanados com os frutos
                                    do suor dos filhos deste chão?
                                    Descarrilaram, soçobraram com os projetos
                                    neo-liberais?
                                    Pois enquanto por aqui passavam trens
                                    (que hoje já não passam mais)
                                    nas estradas não havia esse horror
                                    - tão ao gosto dos telejornais -
                                    de famílias soterradas
                                    sob carretas colossais.

                                    E essa tristeza, esse abandono,
                                    Obedecem cláusulas contratuais?
                                    Pare, olhe, e pense:
                                   

                                    Quem ganha, quem perde,
                                    quem chega, quem parte,  
                                    quem chora, quem ri,
                                    se trens como antes
                                    já não passam mais por aqui?...



 
                         

12 comentários:

  1. Boa noite, Jaime.

    Que lindo!!
    TREM, TRILHOS, ESTAÇÃO...
    TUDO ISSO FEZ PARTE DA MINHA INFÂNCIA!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. ESSA PLACA MOSTRA A MÁ ADMINISTRAÇÃO LOCAL.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem-vindo seja, Amapola.
      Trens, trilhos, estação também levaram meus sonhos de menino... Pena hoje ver o abandono, o sucateamento da malha ferroviária nacional, por conta de uma política equivocada de governos anteriores.
      Obrigado pelo apoio recebido. Pois visitar, comentar e apoiar um blog é aplaudir. E é de aplausos que vivemos nós, pequenos e abnegados artistas.
      Tenha um belo domingo.

      Excluir
  3. OI JAIME!
    GRATA POR TUA VISITA, A QUAL RETRIBUO COM PRAZER.
    QUANTO AOS TRENS, PARA QUÊ?
    TRANSPORTE MAIS BARATO QUE O RODOVIÁRIO, GERAÇÃO DE EMPREGOS,MENOS POLUIÇÃO, ESVAZIAMENTO DAS ESTRADAS( CONSEQUENTEMENTE MENOS ACIDENTES)E POR AÍ VAI...
    COISAS BOAS E BARATAS SAEM DE CIRCULAÇÃO, SÃO DESINTERESSANTES.
    MUITO INTERESSANTE TEU TEXTO.
    ABRÇS
    zilanicelia.blogspot.com.br/
    Click AQUI

    ResponderExcluir
  4. Bem-vindo seja, Zilani.
    Realmente, pagamos caro pelo fato das autoridades e empresários terem priorizado o transporte rodoviário em detrimento das vias ferroviária e fluvial. Uma lástima. Mas...
    Obrigado pela visita, apoio e comentário. Abraços.

    ResponderExcluir
  5. A tua excelente poesia, fez-me lembrar dos meus tempos de criança quando saia correndo para ver o trem passar e hoje ele já não passa mais.Dá um tom de melancolia.
    Os nossos dirigentes veem somente os interesses próprios.População que se dane.
    Lindíssimo o teu grito ao som de lindos versos poéticos.
    Boa semana.
    Abração.

    ResponderExcluir
  6. Ahhhhhhhh...que saudades me deu...
    Tudo passa,tudo muda!!!
    Só não passa essa vontade de relembrar.
    "...........
    Quem ganha, quem perde,
    quem chega, quem parte,
    quem chora, quem ri,
    se trens como antes
    já não passam mais por aqui?..."

    Não fique muito triste,primeiro porque é impossível não gostar da tua poesia e segundo,serei tua seguidora aqui também...uma locomotiva maravilhosa que sou...ksksksksksks...

    ResponderExcluir
  7. Na minha cidade tem uma ESTAÇÂO FERROVIARIA, transformaram como um ponto turístico, às vezes, levo o meu filho para brincar. Muito lindo o que escreveu. (Outro dia, enquanto ele brincava, fiquei observando tudo, e tentando voltar ao tempo... Um tempo em que eu não existia, um tempo em que muitos se encontravam por lá, nas suas viagens...)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O que nos salva é a nossa capacidade de sonhar e o fato de sempre esperarmos por dias melhores. Obrigado pela visita e comentário.

      Excluir

Bem-vindo. Sua opinião é muito importante. Obrigado.